Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Rica Entrevista!

     Hoje pelas 16 horas fomos à reunião que estava marcada sobre o Projecto Almada Nascente, com o Arquitecto Luís Machado, nas instalações do PTMA- Parque Tecnológico da Mutela/Almada. Mal chegamos fomos direccionados ao seu gabinete, onde o arquitecto se mostrou disponível a responder a quaisquer perguntas da nossa parte. Eis aqui a mini (entrevista): 

Adriana e Ricardo Porquê que o Projecto Elipse foi recusado?
Luís Machado – O projecto da Elipse é um projecto da responsabilidade da Margueira. Foi recusado visto ser bastante ambicioso, por outro lado não havia uma relação muito boa entre a CMA e a Administração da Margueira (havia um certo “choque”). O projecto iria ter todo o protagonismo do lado da Margueira, enquanto que a CMA deixaria de ter o controlo do espaço. A CMA queria voltar a controlar este terreno, o que eu acho muito bem. 

A/RAlguma das ideias do Proj. Elipse foi transposta para este novo (Almada Nascente)?
L.M – Foram sim. Não sei ao certo se os técnicos que fizeram este projecto têm conhecimento do projecto Elipse. Quando se fazem novos projectos tem se sempre em conta outros anteriores, neste caso propriamente dito, existem vários espaços que se vão manter no mesmo local, como é o caso do Terminal Inter Modal de Transportes, na Doca 13; a marina; equipamentos públicos de lazer entre outros. 

A/RQuais as vantagens do Proj. Almada Nascente em relação ao Proj. Elipse?
L.M – É uma pergunta difícil e delicada. Acho que primeiro que tudo é estritamente necessário requalificar o estaleiro, este é provavelmente o último estaleiro que existe no mundo, e que ainda não foi requalificado. A população de Almada tem direito a usufruir deste espaço.
A comparação entre um projecto e outro é praticamente impossível. O projecto Elipse podia ter algum impacto negativo, nomeadamente excesso de população, infra-estruturas sobrecarregadas, enquanto que Almada Nascente é mais equilibrado, tenta sim, aproveitar os recursos naturais e não sobrecarregar as infra-estruturas. 

A/R – Sabe se o solo da Lisnave está poluído, e se vai ser necessário algum tipo de processo para o despoluir?
L.M – Sabemos o que lá está, já foram feitos diversos estudos. Existe contaminação, mas nada de grave, é tudo remediável.
Plantámos inclusive filas de árvores na zona mais poluída do estaleiro, e nenhuma árvore morreu. Não houve contaminação por parte dos afluentes e das árvores; não existe quaisquer problemas para a saúde pública. 

A/RAcha que o Projecto Almada Nascente é um projecto viável? Porquê?
L.M – Claro que sim. Este projecto foi aprovado pela população de Almada. A presidente da Câmara realizou sessões públicas de esclarecimento onde a população teve oportunidade de se manifestar. Considero que este projecto vai ser uma “lufada de ar fresco”. Lisboa é uma cidade de duas margens, Almada é Lisboa.
Este projecto é um projecto de excelência, virá trazer muito lazer, muitos espaços públicos, museus, escritórios, serviços, etc. Almada só tem a ganhar com isto. Estamos a contar que o metro de Lisboa venha cá a Almada, para não falar do aeroporto que irá ser construído nesta margem. Resumindo e concluindo, estamos de facto muito expectantes quanto ao Projecto. 


Conclusões:
     Após a entrevista com o Arquitecto, e de acordo também com opinião pública o Projecto Almada Nascente só irá trazer vantagens para a margem sul, é claro que tudo a seu tempo. Este projecto é um projecto de uma geração, não é feito de um dia para o outro, e acarreta os seus custos, não falamos somente em custos monetários, mas também de tráfego (durante as obras); poluição (atmosférica e sonora) e diversos problemas resultantes das obras. Contudo, achamos de facto que irá trazer bastantes benefícios, na fixação de população, mais áreas de cultura e lazer, espaços públicos, mais espaços verdes, áreas dedicadas a serviços e comércio, e até mesmo habitação e escritórios. Tal como o Arquitecto Luís Machado diz “é um projecto de excelência”, não são todas as cidades que se podem gabar de ter um Projecto como este. 
 
     Post realizado por: Adriana Mendes e Ricardo Martins.
     Agradecimentos: Arquitecto Luís Machado 
Organização do Trabalho:
Publicado por almadaumavisaoparaofuturo às 22:43
Link do post | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.O nosso grupo

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.Google Pages

Visitem!!!

.Entre em contacto

Mail do Grupo: arxrs12c@gmail.com

.Dossiêr: Cidades do Futuro

Madrid

Amesterdão

Masdar City

Estocolmo

Hamburgo

Londres

Bratislava

Los Angeles

.Cartaz Cultural

Cartaz Cultural - Mês de Maio

.Organização do Trabalho

. apresentação(3)

. áreas de intervenção(5)

. avaliações(3)

. blog(9)

. cartaz cultural(11)

. ccc(5)

. cidades do futuro(8)

. colóquio(2)

. costa da caparica(15)

. cristo-rei(7)

. diagnósticos da cidade(15)

. entrevistas(12)

. estratégias(4)

. festas na cidade(3)

. ginjal(5)

. morro de cacilhas(9)

. notícias(24)

. planificações(8)

. powerpoints(3)

. propostas(9)

. reflexões(16)

. resultados da poll(6)

. resultados dos inquéritos(2)

. video-propostas(4)

. vídeos(7)

. visitas de estudo(16)

. todas as tags

.Links

.Arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007